Fechar
Pesquise no conteúdo

CUIDADO COM A INSOLAÇÃO

Data: 11/01/2017

  • CUIDADO COM A INSOLAÇÃO

Expor-se de forma excessiva ao sol pode desregular o sistema de gerenciamento de temperatura corporal e causar prejuízos ao organismo.

Um dia de verão à beira da piscina ou do mar, desfrutando do sol intenso, pode não ser um hábito tão inofensivo quanto parece, principalmente se aliado a isso estiver o consumo de bebida alcoólica sem intercalar com a ingestão intensa de água ou suco.

Essa situação, vivenciada tão corriqueiramente ao longo da estação mais quente do ano, pode levar a uma condição séria e fatal, a insolação. Ela ocorre devido ao excesso de exposição ao sol e ao calor intenso, sem a devida hidratação. Com isso a temperatura corporal aumenta bruscamente, o mecanismo de transpiração falha e o corpo não consegue se resfriar.

 Quais são os sintomas de insolação? 

Surge lentamente: dor de cabeça, tontura, náusea, pele quente e seca (não há suor), pulso rápido, temperatura elevada, distúrbios visuais, confusão.

Surge bruscamente: respiração rápida e difícil, palidez (às vezes desmaio), temperatura do corpo elevada, extremidades arroxeadas, eventualmente pode ocorrer coma.

 ATENÇÃO: O filtro solar é essencial para prevenir o envelhecimento prematuro da pele (raios UVA), queimaduras solares e alterações celulares que predispõem ao câncer da pele (raios UVB), porém não evita o superaquecimento corporal.  

Ver todas as notícias

Confira outras notícias